Gazeta do Interior

12063651_1200197983329657_5596909972077752616_n

(texto de Antonio Fontinhas)
“Novo Atlas do Interior na edição desta semana da Gazeta do Interior com o jovem e talentoso artista plástico fundanense Flávio Delgado. Aqui segue uma transcrição parcial:

«Sou o Flávio Delgado. Nasci em Lisboa. Tenho 26 anos. Vivo e trabalho no Fundão. Tenho uma licenciatura em Artes Plásticas que tirei na Escola Superior de Arte e Design em Caldas da Rainha. Em 2012 fui bolseiro no programa Erasmus em Hogeschool voor Wetenschap en Kuns Sint-Lucas na Holanda. Já em 2015 realizei um Mestrado em Artes plásticas nas Caldas da Rainha. Atualmente sou Artista Residente em Tutoria com a escultora Maria Lino promovido pela Assosiação Luzlinar no Espaço Pontes no Fundão.
O meu envolvimento com a Luzlinar surge inicialmente no contato que tive com a artista Maria Lino tendo dinamizado workshops na Escola Secundária do Fundão onde me encontrava a estudar. Mais tarde, no seguimento da organização de uma exposição individual na Moagem, o responsável pela Luzlinar, Carlos Fernandes, conheceu obras da minha autoria e convidou-me para ser Artista Residente no Espaço Pontes. Como eu já conhecia a Maria Lino, artista da Luzlinar, pedi para que esta fosse minha tutora e orientasse o meu trabalho. É uma escultora com renome nacional e internacional. Comecei por fazer uma investigação artística sobre o Jardim das Pedras, que se encontra no espaço env
olvente à sede da Associação, na aldeia do Feital no concelho do Trancoso. No meu estudo dou relevância às formas das pedras questionando-me sobre a ideia de forma, ideias estas que tento reproduzir nos meus trabalhos.
A partir do dia 13 de janeiro realizamos, no âmbito da Residência artística, uma exposição de vários trabalhos em papel e tela que tenho vindo a desenvolver na referida Residência a ter lugar em locais emblemáticos da cidade do Fundão: no próprio Espaço Pontes, no Museu de Arqueologia, na Moagem, na Câmara Municipal, na Caixa Agrícola, na Caixa Geral de Depósitos, na Biblioteca Eugénio de Andrade, na Escola Secundária.
Esta exposição pretende dar uma maior visibilidade à comunidade do meu trabalho e do Espaço Pontes, que se encontra na rua João Franco, uma artéria mesmo no centro da cidade do Fundão, que as pessoas ainda mal conhecem. Numa cidade com a dimensão do Fundão não é habitual haver espaços como este dedicados à arte, daí desenvolvermos, além do espaço de exposições, atividades para as escolas, numa perspetiva lúdica e pedagógica. Ao longo do ano escolar, os alunos do Agrupamento de Escolas do Fundão tivera
m a oportunidade, no âmbito da disciplina de educação visual e desenho, de descobrir este espaço e realizar alguns exercícios com a minha orientação e dos respetivos professores.
Enquanto artista plástico acho que viver e desenvolver a minha atividade artística no Interior é propício para se concentrar, mas por outro lado sinto a necessidade de sair, à procura de maior diversidade para buscar informação, influências… para dar a conhecer o meu trabalho e …» ( É óbvio que este excerto cativou o seu interesse, então já sabe para ler a conclusão só basta adquirir um exemplar da Gazeta do Interior, e, é o meu sincero conselho, dirigir-se, só ou na companhia de familiares e amigos, à Galeria Espaço Pontes como prenda natalícia (…)”

Anúncios
Gazeta do Interior

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s